quarta-feira, 6 de março de 2013

A Maior Torcida do Brasil


Uma paixão inabalável, uma estatística inquestionável, uma verdade incontestável.

Flamengo, o mais inexplicável do planeta Terra? O livro A NAÇÃO mostra que não há nada que seja inexplicável nesta história. A missão deste blog foi a de perpetuar as investigações do livro e levá-las um pouco mais longe. Inesgotar o tema é presunção, mas no mínimo devemos dar uma canseira maior aos próximos que tentarem explicar.

CLICK NOS LONKS ABAIXO E CONSTATE!!!



A maior torcida do Brasil. Uma paixão inabalável. Uma estatística inquestionável
O link acima traz a postagem com os detalhes que mostram: Nas últimas duas décadas, quando o Brasil tomou gosto pelas estatísticas, foram feitas nada mais do que 17 pesquisas a nível nacional para determinar quais clubes de futebol tinham as maiores torcidas do Brasil. As dezessete são unânimes em um ponto: a maior é o Flamengo, e a segunda maior é o Corinthians. Na média das 17 pesquisas, o Flamengo tem 17,15% da preferência, com um desvio-padrão de 1,48 pontos percentuais, o que significa um intervalo de confiança de 15,67% a 18,64%; o Corinthians tem 12,76% da preferência, com um desvio-padrão de 1,53 pontos percentuais, o que significa um intervalo de confiança de 11,23% a 14,28%.

Nós queremos respeito! E comprometimento! Isto aqui não é Corinthians! Isto aqui é Flamengo!

Flamengo tem a maior torcida do Brasil desde sempre!
Pesquisa do IBOPE feita em 1969 mostra dados interessantíssimos: (1) o resultado nacionalmente medido em 1969 tinha uma proporção de distribuição das torcidas de Flamengo e Corinthians muito similar à verificada nas 27 capitais do Brasil em levantamento feito pelo SPC e pelos Dirigentes Lojistas em 2016. Excluindo-se as distorções a favor do Santos provocadas pela forma que a pergunta foi feita, e pelo contexto histórico de ser o Santos de Pelé, que lotava o Maracanã para vê-lo jogar, o Flamengo já era absolutamente dominante; (2) embora seja fato que o time de Zico nos anos 1980 infle um pouco os resultados das pesquisas feitas no início daquela década, é a prova de que o Flamengo não se tornou o maior por causa daquele time nem do Zico, já o era desde sempre; (3) o percentual de torcedores do Flamengo na cidade do Rio de Janeiro em 1969 (que então era o Estado da Guanabara), já era praticamente o mesmo do que foi verificado em todas as outras pesquisas do gênero feitas nas últimas décadas. A torcida do Flamengo sempre foi mais da metade dos torcedores do Rio; e (4) ao invés do que a massiva propaganda paulista nos meios de comunicação tenta afirmar, a aproximação do Corinthians, segunda maior torcida do Brasil, é lenta.

Flamengo tem torcida muito maior que o Corinthians nas 27 capitais do Brasil
O Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e a Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL) divulgaram uma estudo sobre os hábitos de consumo dos torcedores de futebol no Brasil, num questionário aplicado nas 27 capitais brasileiras. O estudo fez assim uma pesquisa de torcidas restrita às capitais. O Flamengo deu um banho: 21,1% dos torcedores nas capitais do território nacional, contra 13,3% do Corinthians.


O Flamengo é um fenômeno nacional. E mais números comprovam!

Dispersão das torcidas pelo Brasil
Segundo o Mapa de Curtidas na rede social Facebook, o Flamengo é o time que lidera as curtidas no maior número de cidades"): 2.639. O Corinthians vem em segundo, com 1.489, seguido de Grêmio (641) e Cruzeiro (581). O Bahia fecha o top 5 com 81 cidades. Outros times aparecem liderando em algumas cidade. São Paulo lidera em três cidades (uma no Ceará, uma em Alagoas e outra em São Paulo). O Internacional lidera em 16 cidades - todas no Rio Grande do Sul. Um retrato fidedigno de quem tem dimensões nacionais e quem tem dimensões regionais no G-12 do futebol brasileiro. Mais uma evidência do que é a Nação Rubro-Negra!

São muitas as pesquisas que dizem que o poder de consumo da torcida do Corinthians seria maior do que o da torcida do Flamengo. Neste link acima, fizemos um post destacando os números de arrecadação dos canais Pay per View e de apostas da Timemania. Em ambos, ao longo dos últimos anos, o Flamengo vem em primeiro e o Corinthians em segundo.

A Camisa Mais Vendida do Brasil
O manto rubro-negro do Flamengo figura com destaque em 19 Estados do Brasil - em 14 deles é o líder de vendas. A camisa rubro-negra lidera em 14 estados no comércio varejista e em 13 estados nas vendas pela internet. Em lojas físicas, o Flamengo tem a camisa mais vendida em: AC, AL, AM, DF, ES, GO, MS, PB, RJ, RN, RO, SC, SE e TO. Em lojas virtuais é líder em: PA, RO, AL, BA, CE, MA, PB, RN, SE, DF, GO, ES e RJ. Nas palavras de Nélson Rodrigues, em artigo publicado em O GLOBO em 25/11/1963: "Amigos, para os idiotas da objetividade, a camisa é um vago trapo. Mas para quem conhece o Flamengo, a coisa é muito mais misteriosa e muito mais dramática. Nos momentos da catástrofe, o rubro-negro iça a camisa como um estandarte de chama".

O ano de 2012 foi, sem dúvida alguma, mais especial para um clube brasileiro do que para qualquer outro: o Sport Clube Corinthians Paulista, campeão da Copa Libertadores e do Mundial de Clubes da FIFA. O maior momento da história do Corinthians. O ano de 2012 colocou o Corinthians Paulista mais em evidência do que qualquer outro clube do país, e teria tudo para neste ano colocar o nome Corinthians como o mais buscado, pesquisado e acessado na internet. Certo? A resposta é NÃO! E quem foi o clube brasileiro mais buscado na internet em 2012? O Clube de Regatas do Flamengo!
Veja o resultado no link acima.

É muito comum encontrar pelas ruas a opinião de que o Flamengo só é o Flamengo por causa da Era Zico e as conquistas dos Anos Dourados da Gávea. Até na boca de pessoas que não gostam e não acompanham futebol encontra-se este mito. Quem leu A NAÇÃO, certamente entendeu que as raízes que levaram o Flamengo a ser a maior torcida do Brasil foram plantadas muito antes da Era Zico. Acessando o post no link acima, há números e verdades que provam que tudo aconteceu muito antes da Era Zico.

Derrubando no post acima o mito de que foi por causa da Rede Globo... Esta é a principal Tese Conspiratória entre as tantas que existem na tentativa de explicar Como e Por que o Flamengo se tornou o clube com maior torcida do Brasil. É uma entre tantas que me motivaram a escrever "A Nação" para desmistificar estas conspirações. Os motivos da grandeza do Flamengo estão na história e na sociologia. Ninguém conseguiria construir um mito do nada ... As novas gerações tem dificuldade de entender este Como e Por que o Flamengo porque não conheceram um outro Rio de Janeiro no passado. Daí surgem as conspirações. Alimentadas ainda mais pela paulistada, potência econômica hegemônica no Brasil Contemporâneo. A grandeza moderna do RJ ficou associada à Rede Globo para aqueles que não tem como entender a grandiosidade que representou o Rio.


Neste link está o post que gerou mais debate neste blog, gerando vários comentários de corinthianos que não se davam por satisfeitos. Eis um bom exemplo de porque o livro foi escrito e este blog foi criado. Olha que interessante como o mundo dá voltas e os discursos ao fundo não mudam muito, são muito de ladainhas e rames-rames. Diz a mátéria, na página 17: "enquanto o clube carioca é dirigido por um esquema composto por homens que tratam o futebol com uma visão empresarial, o paulista é gerido como um pequeno empório da Zona Leste". Esta visão aqui sim assinada por um jornalista: Juca Kfouri. a obsessão em roubar o posto do Flamengo de maior torcida do Brasil é tanta, que em duas ou três décadas eles se apossaram do discurso de que um dia estava voltado contra eles. Passa o tempo e o Flamengo segue lá, insolúvel na primeira posição. Será que algum dia eles conseguirão?


Se alguma vez não ficou claro, é preciso enfatizar que isto está longe de ser uma luta romântica, lutada por corações apaixonados e abnegados de um esporte essencialmente pacional. Esta é uma causa político-econômica. Primeiro como bastilha política de auto-afirmação de São Paulo como força hegemônica única do Brasil do século XXI. É inegável que a bipolaridade Rio-São Paulo é capítulo de livro de história sobre o Brasil do século XX. Em segundo lugar, é uma guerra econômica, de disputa pelas fatias cada vez mais gordas que movimentam o futebol brasileiro. Destronar o Flamengo significa aumentar a capacidade de arrecadação dos cofres das agremiações paulistanas. Por último, é uma guerra de mídia: a maior emissora de televisão do Brasil continua sendo a Rede Globo, e embora a maior parte do jornalismo da emissora esteja em São Paulo, e não mais no Rio, a capital carioca segue tendo importante fatia de transmissões, empregos e formação de opinião.



As "forçações de barra" da mídia e de manipulação de amostragem após a conquista do título mundial de 2012 pelo Corinthians mostram o quanto é preciso estar com olhos bem abertos:



Não há como o Flamengo deixar de ser a maior torcida num prazo tão curto. Em 2030 a torcida do Flamengo ainda será a maior do Brasil. Mas a mais longo prazo essa realidade pode mudar sim. A influência de midia é pesada e crescente. A influência que São Paulo tem sobre o país é muito maior do que teve no passado. Para o Flamengo só resta uma alternativa, fazer-se presente. Não pode ficar para trás de Corinthians e São Paulo nessa luta econômica e financeira que vai definir que vai ganhar títulos e quem não vai nos próximos anos. Torcer contra não adianta, porque nós, como flamenguistas, somos mais do que experientes nesse assunto e sabemos que quanto mais os outros torcem contra nós, mais fortalecido o Flamengo fica. Temos que estar de olhos, ouvidos e mentes atentos e tentar cobrar para ver se o clube melhora. O único remédio, repito, é lutar para se manter tão forte economicamente como eles. De resto, é um monte de paulistas usando a cada vez mais forte mídia paulista para um único fim: ter Corinthians e São Paulo como potências hegemônicas do futebol brasileiro...


Nenhum comentário:

Postar um comentário